O ano novo está chegando e é hora de brindar o ano de 2019 com os familiares e os amigos, e desejar novas conquistas para o novo ano. E para brindar na virada do ano, que tal comemorar com uma cerveja rolhada?

Existem cervejas rolhadas de inúmeros estilos, e algumas delas até passam pelo processo de Champenoise, em que acontece uma segunda fermentação da cerveja, após ser engarrafada.

Abaixo, listamos algumas opções de cervejas rolhadas para começar 2020 com o pé direito:

  • Cuvée De Ranke (De Ranke) – esta cerveja belga é um blend de cerveja envelhecida em madeira com cerveja do estilo Lambic. Ela entrega acidez em primeiro plano, seguido de sutil dulçor. Uma cerveja complexa e muito aromática. Coloração: âmbar. Teor alcoólico: 7,0%. Vendida em garrafa de 750ml.
Cuvée De Ranke
  • Tripel Karmeliet (Bosteels) – cerveja belga, cuja receita combina malte de cevada, trigo e aveia. Refinada e delicada, possui notas frutadas e sabor delicado. A origem desta cerveja data de 1679, no Mosteiro Carmelita em Dendermone. Estilo: Belgian Tripel. Coloração: dourada. Teor alcoólico: 8,4%.
Tripel Karmeliet
  • Delirium Tremens (Brouwerij Huyghe) – também produzida na Bélgica, esta cerveja apresenta notas frutadas como damasco, sútil toque de caramelo e provoca um leve aquecimento alcoólico. É considerada como a melhor cerveja do mundo por muitas pessoas. Estilo: Belgian Strong Golden Ale. Coloração: dourada. Teor Alcoólico: 8,5%.
Delirium Tremens
  • Chimay Blue (Chimay) – uma cerveja encorpada, aromática e complexa. Apresenta notas de frutas passas, caramelo e chocolate. Chimay Blue é uma cerveja autêntica trapista, o que significa que é produzida dentro de um mosteiro, sob a supervisão dos monges trapistas. Estilo: Belgian Strong Dark Ale. Coloração: marrom. Teor alcoólico: 9%.
Chimay Blue
  • Morada Double Vienna Brut (Morada Cia. Etílica) – este rótulo, produzido no Brasil, tem como base a cerveja Double Vienna, e passa pelo processo Champanoise, onde envelhece por 18 meses com leveduras de champagne. Apresenta notas de malte, de especiarias e final levemente lupulado. Estilo: Bière Brut. Coloração: dourada. Teor alcoólico: 11,5%.
Morada Double Vienna Brut
  • Morada Abera Brut (Morada Cia. Etílica) – outro rótulo brasileiro, esta cerveja leva em sua receita leveduras selvagens Brettanomyces, sendo refermentada em garrafa através do método Champenoise e envelhecida em cave durante 26 meses. Estilo: Sour Rye Brett Champenoise. Coloração: amarela. Teor alcoólico: 11,5%.
Morada Abera Brut
  • Deus Brut des Flandres (Brouwerij Bosteels) – Esta cerveja é o resultado de um longo processo, combinando dois métodos de produção diferentes. Primeiro ela é fermentada na cervejaria na Bélgica. Após sua maturação, é enviada à França, onde passa por uma segunda fermentação na garrafa, de acordo com técnicas seculares de produção de espumantes. O resultado é uma cerveja muito rica em aromas e sabores, com notas de especiarias, maças frescas e florais. Sabor frutado e condimentado, delicado e complexo. Estilo: Biere Brut / Champenoise. Coloração: dourada. Teor alcoólico: 11,5%.
Deus Brut des Flandres
  • Leopoldina Tripel (Cervejaria Leopoldina) – o estilo Tripel foi criado e desenvolvido inicialmente por monges na Bélgica. Esta releitura respeita o estilo original, e é complementada com maturação em barrica de carvalho por 45 dias, e refermentada na garrafa com leveduras usadas em espumantes. No aroma, frutas amarelas e especiarias típicas do estilo, com nuances de frutas secas. Tem teor alcoólico elevado, porém equilibrado com o corpo, sabor frutado, médio amargor e adocicado ao final. Eleita a melhor Tripel do Brasil pelo World Beer Awards. Estilo: Tripel. Coloração: amarela. Teor alcoólico: 9%.
Leopoldina Tripel
  • Leopoldina Russian Imperial Stout (Cervejaria Leopoldina) – este estilo foi criado originalmente na Inglaterra, e caiu no gosto dos Czares Russos, pois o teor alcoólico elevado, além de favorecer a conservação durante o transporte, promove agradável sensação de calor em meio as baixas temperaturas russas. Fabricada em Garibaldi, no Rio Grande do Sul, esta cerveja apresenta notas frutadas, aromas de toffee, caramelo e chocolate e nuances de café. Entrega o amargor do lúpulo em equilíbrio com o dulçor do malte e textura aveludada. Estilo: Russian Imperial Stout. Coloração: negra. Teor alcoólico: 9%.
Leopoldina Russian Imperial Stout
  • Carolus Cuvèe Van De Kaizer Imperial Blonde (Brouwerij Het Anker) – o início da fabricação desta cerveja acontece sempre no dia 24 de fevereiro de cada ano, data do aniversário do imperador Charles V. É uma cerveja encorpada, picante e refrescante, são adicionados três tipos de especiarias em sua receita. Estilo: Belgian Dark Strong Ale. Coloração: dourada. Teor alcoólico: 10,5%. 
Carolus Cuvèe Van De Kaizer Imperial Blonde

Na rede Mestre-Cervejeiro.com você encontra estas e mais de 3 mil outras opções de cervejas artesanais nacionais, importadas e rótulos próprios da marca. Clique aqui e encontre a loja mais próxima de você! 

Aproveitando, gostaríamos de desejar um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo! Que 2020 seja um ano repleto de novos sabores e descobertas cervejeiras!