Bem-vindo
Bem-vindo à Mestre-Cervejeiro.com, a maior rede de lojas de cervejas artesanais do Brasil.
Quem somos
Lojas Físicas
Mais de 60 lojas espalhadas pelo Brasil. Encontre a mais próxima de você.
Nossas lojas
Cervejas e produtos
Mais de 3.500 cervejas cadastradas, além de uma ampla variedade de produtos da cena cervejeira.
Produtos da marca
Produtos próprios, tanto cervejas quanto acessórios, vendidos exclusivamente nas lojas da rede.
Seja um franqueado
Seja um franqueado da maior rede de lojas de cervejas artesanais do Brasil.
Saiba mais
Compre Online
Receba as melhores cervejas em casa! Conheça a Loja Virtual
Loja Virtual
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • Bem-vindo
  • Lojas Físicas
  • Cervejas e produtos
  • Produtos da marca
  • Seja um franqueado
  • Compre Online

Galeria de Fotos

São mais de 60 lojas em todo o Brasil, com uma oferta de mais de 3500 rótulos de cerveja cadastrados. Cada loja opera com 150 a 350 rótulos, além de uma diversidade de presentes e acessórios da Cultura da Cerveja.
  • Desde 2004 no mercado
    O Mestre-Cervejeiro.com promove a Cultura da Cerveja há 16 anos. Através de conteúdo e das nossas lojas.
  • Ambiente para todos
    As nossas lojas estão abertas para todo tipo de público, do curioso ao cervejeiro experiente. Todos são bem vindos, inclusive crianças e também os bichinhos de estimação.
  • Os mais diversos estilos
    As cervejas também são para todos os gostos, dos mais diversos estilos, das nacionais de micro cervejarias e as importadas. O que importa é a diversidade e a qualidade.
  • Tomadas e Wi-Fi
    As lojas além da grande oferta de produtos, espaço para degustação, também contam com bancadas com tomadas e wi-fi aberto para os clientes. Já pensou em variar o seu ambiente de trabalho?
  • Viva a Cultura da Cerveja!
    A cerveja não se limita ao copo, saiba mais sobre a bebida de maior consumo do planeta. Acesse o nosso conteúdo sobre cerveja, exclusivo feito por nós, que é referência no mercado cervejeiro.

Mestre-Cervejeiro.com Escritório Central
Atendimento de seg a sex das 9h as 18h.

41 3117-9155

Lojas: para horários de funcionamento, verifique com cada localidade

 

imageColunas

É sempre bom ficar por dentro

Para quem gosta da arte das cervejas, quer saber um pouco mais e ficar por dentro das principais novidades do setor, uma boa opção são as revistas especializadas no assunto


Para quem gosta da arte das cervejas, quer saber um pouco mais e ficar por dentro das principais novidades do setor, uma boa opção são as revistas especializadas no assunto.

No Brasil temos a Beer Life, que já está na sua 6ª edição – além de sua edição de lançamento.

Desde 2007 a Casa Dois Editora publica anualmente a revista Guia da Cerveja, cujas edições ainda podem ser adquiridas pela própria loja virtual da editora. O guia traz boas matérias e um checklist das cervejas disponíveis no Brasil para você ir marcando quais já degustou.

Outra alternativa são as revistas importadas, como a The Beer Magazine e All About Beer, que podem ser encontradas em livrarias nas principais capitais brasileiras.

O preço das importadas, devido aos impostos de importação, acaba ficando um pouco “salgado” para o bolso de muitos. Mas existe uma outra boa opção, para quem gosta dessas publicações e não quer deixar de lado as informações, a possibilidade de ler e assinar as edições online.

O site especializardo em revistas digitais Zinio, disponibiliza as versões online da revista americana The Beer Magazine e a da canadense TAPS. Você pode comprar qualquer edição avulsa ou ainda, se não quiser perder nenhuma edição, fazer a assinatura completa de todas as edições diponíveis das revistas. O valor de uma assinatura anual custa menos do que uma única edição importada comprada por aqui. Vale a pena!!

O apelo social dessas revistas digitais também é interessante. Com o aumento das edições online, menos revistas serão impressas, economizando papel e salvando árvores.

Em Curitiba, você poderá adquirir as revistas especializadas bem como livros sobre cerveja na loja física recém inaugurada do portal Mestre-Cervejeiro.com, que fica localizado no bairro do Batel, no Shopping Hauer, na Rua Cel. Dulcídio, 775 loja 2.

Quem é o colunista

Luis Celso Jr.André Diniz é sócio-fundador e atual presidente do Curitiba Beer Club – confraria de apreciadores e conhecedores de cervejas dos mais diversos tipos e lugares. Já degustou centenas de cervejas e livros relacionados ao tema. Durante as suas viagens tanto no Brasil quanto no Exterior sua sede por novidades é inesgotável.
 
 

 

imageArtigos

Dicas para um inverno mais caliente

A cerveja, bebida símbolo do verão, também pode ser apreciada no inverno com muita satisfação e requinte


A cerveja, bebida símbolo do verão, também pode ser apreciada no inverno com muita satisfação e requinte.

No inverno estamos receptivos a bebidas com teor alcoólico mais elevado, com maior corpo e de longa persistência aromática. Aromas de especiarias são bem-vindos, bem como de madeira, tostados e adocicados. Diferente de cervejas indicadas para matar a sede em dias de sol radiante, que possuem destaque na sua acidez, secas no palato e com aromas cítricos e herbáceos.
Estilos de cervejas com as qualidades para se apreciar no inverno? Podemos citar: Dubbel, Weizenbock, Porter, Stout, Old Ale, Barley Wine, Strong Lagers, entre outras.

Já a temperatura ideal de consumo vai depender do estilo e principalmente do gosto pessoal de cada um. A dica é: se você quer sentir melhor os aromas e sabores da sua cervejas, principalmente desses estilos que estou indicando, experimente em uma temperatura um pouco mais elevada do que seu costume habitual. Você perceberá como o sabor de sua cerveja irá se realçar. Para uma referência inicial, vide a seguir as sugestões com as fichas técnicas das cervejas.

Estrella Voll-Damm1. Voll-Damm

[Teor Alcoólico: 7,2% – Estilo: Märzenbier – Origem: Barcelona, Espanha]

Uma excelente cerveja de boas vindas para quem ainda não está muito acostumado com cervejas mais fortes. Ela apresenta um coloração acobreada e uma espuma branca bem formada. Desperta aromas de malte. Médio corpo e um saboroso e persistente amargor ao final. Combina com massas ao molho pomodoro e carbonara, carne de carneiro assado com alecrim e queijos semi-duros como gouda e emmenthal.

 

Schneider Aventinus2. Schneider Aventinus

[8,2% – Weizenbock/Cerveja Bock de Trigo – Kelheim, Alemanha]

Está é uma cerveja bock de trigo, de colocação marrom escura com uma  vigorosa espuma. Apresenta aromas de bananas secas e de especiarias. E possui um excelente equilíbrio entre amargor, doçura, acidez e alcoolicidade. Uma cerveja muito dinâmica em harmonizações, principalmente com carnes vermelhas grelhadas servidas com molhos agridoces e queijos de de massa dura, como o Grana Padano ou o Old Dutch/Old Amsterdan.

 

Thomas Hardy's Ale3. Thomas Hardy’s Ale

[11,7% – Barly Wine – Clyst St. Lawrence, Inglaterra]

Ao primeiro momento o consumidor mais desavisado irá pensar: mas isso é cerveja? Sim, apesar de sua aparência ser de uma bebida licorosa – quase sem carbonatação e consequentemente sem espuma. Ela é uma cerveja do estilo Barley Wine e pode ser armazenada por 25 anos, que seus aromas e sabores continuarão evoluindo na garrafa. Todas as garrafas são numeradas e safradas. Possui amoras potentes madeirados e frutados, como figo. Licorosa e complexa no palato, sua harmonização fica por conta de sobremesas como crème brûlée e queijos de fungo azul como o gorgonzola e roquefort.

 

E para você, qual é a sua cerveja ou seu estilo preferido para apreciar no inverno?

[div class=”notice” class2=”typo-icon”] Sobre o autor

Daniel WolffDaniel Wolff é sommelier, especialista em cervejas, e editor do Mestre-Cervejeiro.com

Fale com ele: Facebook, Twitter ou Email

[/div]

Estupidamente ou ambiente? Afinal, qual é a temperatura ideal para se degustar as cervejas? A temperatura ideal vai depender do estilo, da qualidade da cerveja e principalmente do gosto pessoal de cada um.

Saiba Mais

 

imageArtigos

Mais de 8 cervejarias e muita diversão e lazer

Muito se fala sobre a rota dos vinhos no Rio Grande do Sul. E para os amantes de uma boa cerveja, qual a opção? A pedida é a Rota das Cervejas no Vale do Itajaí, em Santa Catarina


E para os amantes de uma boa cerveja, qual a opção? A pedida é a Rota das Cervejas no Vale do Itajaí, em Santa Catarina. Em um raio de 40 km partindo de Blumenau – a capital da cerveja no Brasil – o cervejeiro desbravador poderá deliciar-se em 8 cervejarias, aproveitar a gastronomia típica e respirar a cultura alemã da região. Tudo isso acompanhado de muita receptividade do povo blumenauense e dos seus simpáticos vizinhos.  As cervejarias da região se preocupam em respeitar a Lei de Pureza Alemã de 1516, a Reinheitsgebot – que apenas permite a utilização dos quatro ingredientes fundamentais à produção de cerveja: malte de cevada ou de trigo, lúpulo, levedura e água. O resultado são cervejas saborosas, livres de adjuntos ou conservantes.

Essa atração da Rota das Cervejas é o chopp fresquinho, servido de maneira apropriada. Existem também opções envasadas, que o visitante pode levar de recordação para apreciar em casa com a família e amigos.   Antes de pegar a estrada, a sugestão é verificar os horários disponíveis para cada cervejaria. Não esqueça de conferir também os horários de funcionamento daquelas que possuem bar ou restaurante anexo, assim como sua programação musical.

Cervejarias:

Blumenau:

Bierland (47) 3337-3100
http://www.bierland.com.br

Eisenbahn (47) 3488-7307
http://www.eisenbahn.com.br

Wunderbier (47) 3339-0001

Brusque:

Zehn Bier (47) 3351-6685
http://www.zehnbier.com.br

Gaspar:

Das Bier (47) 3397-8600
http://www.dasbier.com.br

Pomerode:

Schornstein (47) 3387-6655
http://www.schornstein.com.br

Timbó:

Borck (47) 3382-0587
http://www.borck.com.br

Indaial:

Heimat (47) 3333-1793
http://www.choppheimat.com.br

Distâncias rodoviárias entre Blumenau (SC) e a algumas cidades:

São Paulo: 680 km
Rio de Janeiro: 1.110 km
Belo Horizonte: 1.252 km
Curitiba: 251 km
Porto Alegre: 600 km
Florianópolis: 140 km
BR-101: 45 km

– Você já visitou alguma destas cervejarias?
– Já fez esta rota da cerveja?
– Teria alguma outra cervejaria ou rota para indicar?
[div class=”notice” class2=”typo-icon”] Sobre o autor

Daniel WolffDaniel Wolff é sommelier, especialista em cervejas, e editor do Mestre-Cervejeiro.com

Fale com ele: Facebook, Twitter ou Email

[/div]

 

imageArtigos

Dos mais variados estilos

Na busca constante por cervejas especiais, pela descoberta de novos aromas e sabores, nos deparamos com todos os tipos de cervejas. Algumas delas o primeiro contato não é tão marcante, já outras são memoráveis


Na busca constante por cervejas especiais, pela descoberta de novos aromas e sabores, nos deparamos com todos os tipos de cervejas. Algumas delas o primeiro contato não é tão marcante, já outras são memoráveis.

Separei uma lista dessas, que desde o primeiro gole, nos surpreende e ficam gravadas nos arquivos de bons momentos de nossas memórias. A maioria delas podem ser encontradas em território brasileiro – procurei ter esse cuidado aos escolhe-las. Com exceção da Augustiner Helles, que até o momento nenhum importador a trouxe para cá,  podendo ser degustada somente em Munique, capital da Baviera na Alemanha. Aproveito para deixar aqui também esta dica de viagem.

pic1.jpg

1. Christoffel Bier

[Teor Alcoólico: 6,0% – Estilo: Pilsener – Origem: Roermond, Holanda]

Uma cerveja do estilo Pilsener, porém a cervejaria preferiu não usar o termo Pilsener em virtude da vulgarização do termo e, também, para distinguí-la das demais de sabores massificados existentes no mercado. Ela se apresenta picante e seca no palato, com agradáveis aromas herbáceos.

 

Edelweiss Snowfresh

2. Edelweiss Snowfresh

[5,0% – Weizenbier – Linz, Áustria]

Distinta das cervejas de trigo alemãs, esta cerveja é elaborada com ervas alpinas. Esta virtude confere a ela aromas florais e de nozes, sabor equilibrado com uma boa e refrescante acidez.

 

Harviestoun Bitter & Twisted

3. Harviestoun Bitter & Twisted

[4,2% – Scottish Ale – Alva, Escócia]

Recém chegada no mercado nacional, esta é uma cerveja diferente de qualquer proposta. Elaborada com aveia e um blend de maltes (de cevada e de trigo), apresenta aromas cítricos, médio corpo e uma excelente acidez. Uma cerveja muito saborosa e refrescante.

 

Harviestoun Old Engine Oil

4. Harviestoun Old Engine Oil

[6% – Old Ale – Alva, Escócia]

O nome desta cerveja já diz tudo (Velho Óleo de Motor). De coloração escura e extremamente encorpada, sendo convidativa no palato e com aromas estonteantes de torrefação.

 

La Trappe Quadrupel

5. La Trappe Quadrupel

[10,0% – Quadrupel – Berkel-Enschot, Holanda]

Produzida em uma das 7 autenticas cervejarias trapistas do mundo – a única fora da Bélgica –, esta cerveja é fabulosa em aromas e complexa no paladar, sendo adocicada, com médio amargor e acidez. Destaque para sua apresentação em garrafa de cerâmica.

 

Jenlain Ambrée

6. Jenlain Ambrée

[7,5% – Bière de Garde – Jenlain, França]

Falar de França e falar de cerveja parece não combinar. Porém a Jenlain Ambrée comprova que existe sim ótimas cervejas gourmet francesa. Com aromas de licor de ameixa, levemente adocicada, médio corpo, esta é uma cerveja que combina bem com sobremesas e queijos de fungo azul.

 

Eisenbahn Oktoberfest

7. Eisenbahn Oktoberfest

[6,0% – Oktoberfest/Märzen – Blumenau, SC, Brasil]

A cervejaria Eisenbahn de Blumenau (SC), sempre reproduzindo estilos clássicos com maestria, acertou novamente com esta cerveja sazonal do mês de outubro. Uma Lager encorpada e maltada.

 

Fuller's London Porter8. Fuller’s London Porter

[5,4% – Porter – Chiswick, Inglaterra]

De coloração escura, reflexos cor de rubi, espuma rápida com cor de creme e aromas acentuados de chocolate amargo e café espresso. Ela possui muito corpo e amargor na medida certa.

 

pic9.jpg

9. Schöfferhofer Kristallweizen

[5,0% – Weizenbier Filtrada- Frankfurt am Main, Alemanha]

Diferente das outras cervejas Weizen, onde se destacam os aromas frutados e de especiarias, esta cerveja surpreende pelos aromas lupulados e pelo seu leve armargor.

 

pic10.jpg

10. Augustiner Helles

[5,2% – Münchner Helles – Munique, Alemanha]

Augustiner Helles é a cerveja preferida pela maioria dos Bávaros. Do estilo Clara de Munique (Münchner Helles) – típico da Baviera –, ela tem paladar levemente picante e maltado, baixo para médio corpo e aromas herbáceos.

 

[div class=”notice” class2=”typo-icon”] Sobre o autor

Daniel WolffDaniel Wolff é sommelier, especialista em cervejas, e editor do Mestre-Cervejeiro.com

Fale com ele: Facebook, Twitter ou Email

[/div]