Similar Posts

2 Comments

  1. Ola Daniel!

    Parabens pelo site! Curto muito as avalicoes que voce faz!

    Estou comecando a estudar sobre producao artesanal e notei que utiliza-se acucar no envase para uma segunda fermentacao e dar gas a cerveja. Como as cervejas que seguem a lei de pureza fazem para carbonatar, ja que nao se pode utilizar acucar? O envase eh feito antes do termino da fermentacao?

    Que curso eh esse que voce menciona no video?

    Obrigado

    1. Paolo, obrigado pela ótima pergunta!

      Realmente qualquer adição de açúcar ou mesmo injeção de CO₂ na cerveja a princípio fere a Lei da Pureza Alemã. Existem três formas que os cervejeiros alemães desenvolveram para compensar esta limitação:

      – Krausening: Esta é a técnica mais simples, que pode inclusive ser facilmente feita produções caseiras. Consiste na aplicação do mosto (gyle / speise) ou da cerveja que está nos estágios iniciais de fermentação (kräusen, daí o nome), ao invés de açúcar, para o priming. Assim as leveduras terminam de carbonatar a cerveja na garrafa usando os açúcares fermentáveis dos maltes. Esta técnica necessita de muito cuidado com os cálculos, mais complexos do que com açúcar, para evitar o aumento excessivo de pressão dentro da garrafa.

      – Outra técnica, empregada pelas grandes cervejarias alemãs, consiste em captar o excesso de CO₂ produzido durante a fermentação primária e então reinjetá-lo na cerveja ao envasar.

      – Existe ainda a possibilidade de selar o tanque durante a maturação, fazendo com que qualquer produção residual de CO₂ após a fermentação primária seja completamente absorvida pela cerveja.

      Sobre o curso, na verdade foi mencionado o Campeonato Brasileiro de Sommeliers de Cerveja, promovido pelo Instituto da Cerveja Brasil e cuja terceira edição aconteceu em abril deste ano. Eles promovem muitos cursos cervejeiros que vale a pena conhecer.

      Obrigado pela contribuição, bons estudos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *