Quem resiste ao aroma inconfundível do café? Café e cerveja são algumas das bebidas mais consumidas do mundo. Agora imagine combinar estes dois sabores e criar uma cerveja especial com café? O Happy Hour Virtual da Mestre-Cervejeiro.com, mediado por Daniel Wolff, fundador e CEO da rede, abordou nos últimos dias o tema cervejas com cafés, com convidados especiais como Douglas Merlo, sommelier de cervejas, jurado internacional e proprietário da Blumenau Coffee Roasters, e Marcelo Frank, especialista em cafés e fundador da marca de cafés especiais Franck´s Coffee Co.

Apaixonados por Café

Apaixonado por café, desde os tempos em que morou na Itália para estudar mixologia, Douglas Merlo contou como funciona o processo da torra e a relação com o gosto nas cervejas artesanais. “Minha paixão por cervejas começou a aflorar quando eu ia no mercado (na Itália) e tinham todas aquelas cervejas europeias a preço baixíssimo. Comecei a ir nas cervejarias para ajudar a fazer cervejas, pois queria aprender. Eu sempre tive uma paixão por café, ainda mais na Itália, que é o expresso ou cappuccino. Quando eu vi a primeira torra de café, fiquei impressionado. Senti a mesma paixão e intensidade quando fiz a primeira cerveja ”, afirma.

De acordo com o sommelier, o perfil do brasileiro para o café é mais resistente, mais sensorial. “Quando comecei a lançar meus cafés, muitos diziam que era bom, mas fraco. As torras de cafés especiais não são exageradas, não carbonizadas como as grandes marcas. São torras desenvolvidas para que aquele café dê o máximo de si. 90% do que é o café é na hora do fogo. Uma coisa que não pode ter é o gosto amargo, é um defeito se tiver”.

Uma das primeiras cervejas comerciais com café lançada no Brasil foi a Demoiselle, da Cervejaria Colorado. Após isso, muitas outras surgiram, porém a cerveja com café que surpreende a todos é a Morada Hop Arábica, com uma base de cerveja clara e adição de café, pois, o comum era a associação do café com cervejas escuras. “Era tão surpreendente, começou a vir uma onda de cervejas escuras com café e surgiu esta cerveja blond, até hoje acho sensacional. Participando de concursos, cai em algumas mesas que estavam fazendo avaliação do estilo Coffee Beer e você vê de tudo. É incrível, não tem como limitar os estilos para adicionar o café, as possibilidades são infinitas”, opina o CEO da Mestre-Cervejeiro.com.

Responsável por fornecer o blend de café da cerveja artesanal Mestre-Cervejeiro.com Double Brown Ale Café, que foi feita em conjunto com Pete Slosberg, fundador da Pete´s Brewing Co – cervejaria que foi uma das pioneiras na Revolução Cervejeira que ocorreu nos Estados Unidos a partir da década de 70, Douglas Merlo utilizou nesta cerveja, especial de 15 anos da marca, o seu mix de cafés frutado e caramelado, que foi inserido pelo método de percolação, com grão inteiro. “Trouxe uma complexidade incrível, muito equilibrada, você sente o malte, o lúpulo e o café“, ressalta Daniel Wolff.

cerveja com café
 Mestre-Cervejeiro.com Double Brown Ale Café


O resgate da maturação do café em barris

Antigamente, o transporte do café verde era feito em barris de madeira e, muitas vezes, os grãos ficavam com o gosto da madeira durante a viagem. Especializado em cafés maturados em barril de destilados, Marcelo Frank explicou como funciona o processo de maturação dos grãos em barris de destilados e a adição nas cervejas. “Foi a cerveja artesanal que me levou para o café. O café (em barril) eu descobri quando estava em um festival de cerveja em Copenhagen e vi cafés maturados em barril de whisky e eu fiquei apaixonado. Comecei a apresentar a ideia para alguns cervejeiros e quando vi já estava fazendo cerveja”, lembra Frank que começou a produzir cafés maturados em barris para cervejarias e depois, devido ao sucesso, começou a produzir para consumo doméstico.

Atualmente, a Franck´s Coffee Co. comercializa cafés maturados em barris de destilados para cafeterias e pelo e-commerce, inclusive para cervejarias artesanais. Os cafés são maturados em barril de carvalho americano com bourbon whiskey, cachaça de Porto Morretes, barril de rum e barril de vinho shiraz australiano. “Nós sabemos que a torra do carvalho, principalmente o americano, tem muita geração de lactonas e vanilina e descobri que existe um processo de transformação dos vapores de álcool dentro do barril curtido, o PH do café converte para eugenol, que aromatiza como fruta passa”, ressalta o especialista em cafés. Ele também afirma que com esta técnica já conseguiu fazer queijo com gosto de café.

Tradicionalmente, as cervejarias utilizam os grãos do café para adicionar no processo na maturação e acrescentar o sabor à bebida. De quatro a cinco dias antes do envase, os cervejeiros adicionam o café, que pode ser inteiro ou por grão e inclui no tanque. Com temperatura controlada, eles vão provando e quando chega no ponto, é retirado o café. “O café tem o potencial de oxidar relativamente alto e facilita a entrega do aroma”, explica Marcelo Frank. Para ele, o café utilizado na cerveja tem que ser de excelência. “Sempre em uma compra fazemos uma mesa de camping, que são várias amostras de café com códigos e fazemos um teste às cegas. O melhor utilizamos como café base”.

Café artesanal segue os mesmos passos das cervejas artesanais

O café artesanal segue os mesmos passos das cervejas artesanais. “Assim como buscamos uma cerveja artesanal e sentimos os sabores, as pessoas devem fazer o mesmo com o café especial, buscar nuances de sabores. O café artesanal é mais saudável, pois a torra dedicada é feita em lotes pequenos e é mais puro que os industriais. Vale a pena comprar de pequenos produtores, o cuidado é diferente”, diz Douglas Merlo. Ele também explica que a origem do grão é o mais importante na escolha de um bom café, mas a torra faz toda a diferença para ter um sabor autêntico.

“Vai ter que ter uma mudança, da mesma maneira que tivemos com a cerveja, tem muito trabalho pela frente”, acrescenta Daniel Wolff, da Mestre-Cervejeiro.com.

Assista as lives completas  

Acompanhe o Happy Hour Virtual da Mestre-Cervejeiro.com, pelo perfil do Instagram @mestrecervejeiro. Para assistir as lives completas sobre cervejas com café, clique nos links abaixo:

> Live sobre Cervejas com café e o processo de produção de cafés especiais, com Marcelo Frank: https://www.instagram.com/p/B_is8bPHIWv/

> Live sobre Cervejas com Café, com Douglas Merlo: https://www.instagram.com/p/B_Z5z_HHwvs/

Experimente uma cerveja com café

Ficou com vontade de experimentar uma cerveja com café? No período de isolamento, as unidades da Mestre-Cervejeiro.com estão entregando pelo delivery. Consulte aqui a loja mais próxima.